Dec 11, 2014

Diário do Centro do Mundo » 4 poesias e uma frase do “apanhador de desperdícios” Manoel de Barros

Eu soube da morte de Manoel de Barros ontem de uma forma diferente. A trabalho em Brasília, com menos tempo do que afazeres, não pude ler as notícias da manhã. Saí correndo e fui fazer minhas coisas. Às 13h30, teria um encontro breve com Eduardo Suplicy, que me falaria sobre suas impressões acerca da regulação da mídia. Houve um desencontro, de forma que tive que procura-lo no plenário e ser...

Proceed to the page: http://linkis.com/Rt22G
0/120