Sep 06, 2016

Janot lava as mãos e diz não ver desvio de Cunha ao aceitar o impeachment | Brasil 24/7

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse ao Supremo Tribunal Federal (STF) não ser possível provar que houve desvio de finalidade praticado pelo ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha quando ele aceitou a denúncia que levou ao impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff; Dilma entrou, em maio, com um mandado de segurança no STF em que pediu uma liminar para interromper...

Proceed to the page: http://linkis.com/LWVLJ

Similar Articles Added Earlier

Latest Links Processed

0/120